Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista sobem 2,39% na Terceira Semana de Novembro


 

O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 registrou alta de 2,39% na terceira quadrissemana do mês de novembro de 2019. Separado por grupos de produtos, IqPR-V com cana-de-açúcar (grupo de produtos de origem vegetal) e IqPR-A (produtos de origem animal) apresentaram altas respectivas de 1,87% e 3,77% (Tabela 1). Nessa mesma tabela são apresentadas as variações das duas últimas quadrissemanas de outubro e as três primeiras de novembro/2019 para os índices calculados com e sem a cana-de-açúcar”.

 

Tabela 1 - Índices Quadrissemanais de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), Terceira Semana de Outubro de 2019

(%)

Período

Com cana

Sem cana

IqPR

IqPR-V

IqPR-A

IqPR

IqPR-V

IqPR-A

3ª quadri out./2019

0,47

-0,08

1,95

1,51

1,10

1,95

4ª quadri out./2019 (final do mês)

0,94

0,83

1,23

2,32

3,32

1,23

1ª quadri nov./2019

0,88

0,64

1,52

1,92

2,30

1,52

2ª quadri nov./2019

1,00

0,72

1,74

1,90

2,05

1,74

3ª quadri nov./2019

2,39

1,87

3,77

4,05

4,31

3,77

Fonte: Instituto de Economia Agrícola.

 

Quando a cana-de-açúcar (que teve alta de 0,19% na terceira semana de novembro) é excluída do cálculo do índice na ponderação dos produtos, o IqPR (sem cana) apresenta alta de 4,05%. No caso do IqPR-V sem cana a alta atinge 4,31%. Destaca-se nessa comparação o peso que a cana-de-açúcar exerce no cálculo ponderado do índice vegetal (Tabela 1).

Doze dos produtos que compõem o IqPR apresentaram altas na terceira semana do mês de novembro/2019. Destacaram-se nesse intervalo o feijão (20,12%), a laranja para indústria (13,22%) e a laranja para mesa (12,31%) (Tabela 2).

 

Tabela 2 - Cotação de Preços dos Produtos e Suas Variações, Estado de São Paulo, 3ª Quadri de Novembro/2019

Produto

Unidade

Cotações (R$)

Var.
mensal
(%)

h

i

Var. % out./2019-out./2018

out./2019

nov./2019

Algodão

15 kg

79,33

79,72

0,49

11ª

 

-16,37

Amendoim

sc. 25 kg

63,36

68,03

7,38

 

52,54

Arroz

sc. 60 kg

58,63

60,09

2,49

 

11,37

Batata

sc. 50 kg

67,74

62,99

- 7,01

 

25,89

Café

sc. 60 kg

402,44

420,71

4,54

 

-0,74

Cana-de-açúcar

t

68,73

68,86

0,19

13ª

 

7,16

Feijão

sc. 60 kg

170,80

205,18

20,12

 

92,66

Laranja p/ indústria

cx. 40,8 kg

17,61

19,93

13,22

 

-9,55

Laranja p/ mesa

cx. 40,8 kg

20,99

23,57

12,31

 

-22,48

Milho

sc. 60 kg

34,19

38,00

11,12

 

22,11

Soja

sc. 60 kg

77,90

78,31

0,53

10ª

 

4,66

Tomate p/ mesa

cx. 22 kg

35,00

28,79

- 17,74

 

-60,49

Trigo

sc. 60 kg

48,85

48,73

- 0,24

 

-0,74

Carne bovina

15 kg

158,10

170,72

7,99

 

17,27

Carne suína

15 kg

96,67

100,64

4,11

 

36,49

Leite cru refrigerado

l

1,4850

1,4900

0,34

12ª

 

1,96

Ovos

30 dz.

77,65

76,00

- 2,13

 

26,63

Fonte: Instituto de Economia Agrícola.

 

Já os produtos que mais reduziram seus preços na terceira semana de outubro/2019 foram: tomate para mesa (17,74%), batata (7,01%), ovos (2,13%) e trigo (0,24%).

Do conjunto analisado, 12 produtos apresentaram alta de preços (9 de origem vegetal e 3 de animal) e 4 tiveram queda (3 de origem vegetal e 1 de animal).

 

 

 

 

1A fórmula de cálculo do índice (IqPR) é a de Laspeyres modificada, ponderada pelo valor da produção agropecuária paulista. As cotações diárias de preços são levantadas pelo IEA e divulgadas no Boletim Diário de Preço. As variações são obtidas comparando-se os preços médios das quatro últimas semanas (referência) com os preços médios das quatro primeiras semanas (base), sendo a referência = 24/11/2019 a 23/10/2019 e base = 24/09/2018 a 23/10/2018.

 

2Artigo completo com a metodologia: PINATTI, E. et al. Índice quadrissemanal de preços recebidos pela agropecuária Paulista (IqPR) e seu comportamento em 2007. Informações Econômicas, São Paulo, v. 38, n. 9, p. 22-34, set. 2008. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/verTexto.php?codTexto=9573. Acesso em: dez. 2019.

 

 

 

Palavras-chave: IqPR, índice, preços recebidos, índices agrícolas, variações, indicadores.


Data de Publicação: 17/12/2019

Autor(es): Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Danton Leonel de Camargo Bini (danton@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor