Preços agropecuários caem 4,79% no mês de abril

            O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) encerrou o mês de abril com queda de 4,79%, devido principalmente aos produtos de origem vegetal (IqPR-V) com variação negativa de 5,29%. Já os produtos de origem animal (IqPR-A) registraram recuo de 3,75% (Tabela 1).

Tabela 1 - Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista, Março e Abril de 2007

Índice Acumulado*
São Paulo
São Paulo - sem cana
Mar/07
Abr/07
Variação (%)
Mar/07
Abr/07
Variação (%)
IqPR
106,02
100,95
- 4,79
110,69
103,13
- 6,83
IqPR-V
103,23
97,76
- 5,29
109,46
98,70
- 9,82
IqPR-A
111,61
107,42
- 3,75
-
-
-

* Base 100 = Dezembro de 2006
Fonte: Instituto de Economia Agrícola

            Quando se desconsidera a cana-de-açúcar no cálculo do índice, o resultado do IqPR cai para -6,83% e o IqPR-V vai para -9,82%. Esses resultados refletem o pico da safra das principais lavouras de verão. A cana teve redução de 0,77% no período, também em função da moagem que se inicia nessa safra (Tabela 2).

Tabela 2 - Variações das Cotações dos Produtos, Estado de São Paulo, Abril /07

Origem
Produto
Preços (R$)
Variação (%)
4ª Mar/07
4ª Abr/07
VEGETAL
Algodão
44,55
44,26
- 0,63 
Amendoim
23,35
23,54
0,78 
Arroz
27,05
27,00
- 0,17 
Banana nanica
6,78
6,76
- 0,19 
Café
245,45
236,89
- 3,49 
Cana-de-açúcar 
347,26
344,60
- 0,77 
Feijão
58,66
49,68
- 15,30 
Laranja p/ Indust. 
15,53
12,31
- 20,73 
Laranja p/ Mesa 
17,41
17,21
- 1,14 
Milho
17,06
16,14
- 5,37 
Soja
29,77
27,91
- 6,23 
Tomate p/ Mesa
38,38
20,61
- 46,29 
Trigo
29,27
29,67
1,35 
ANIMAL
Carne Bovina
54,51
54,05
- 0,84 
Carne de Frango
1,57
1,38
- 12,03 
Carne Suina
33,98
31,10
- 8,47 
Leite B
0,53
0,54
0,39 
Leite C
0,47
0,48
2,86 
Ovos
41,23
38,58
- 6,42 
Fonte: Instituto de Economia Agrícola

            Os produtos com maior queda no IqPR de abril foram tomate para mesa (-46,29%), laranja para indústria (-20,73%), feijão (-15,30%), carne de frango (-12,03%), carne suína (-8,47%) e Ovos (-6,42%) (Tabela 2).
            Destaque-se o tomate para mesa, cuja maior queda se deve ao aumento da oferta, com o inicio da safra, além da retração da demanda, já que o preço do produto estava em um patamar elevado (Figura 1). A tendência de queda para o tomate deve se manter nas próximas quadrissemanas.

Figura 1 - Comportamento das cotações do tomate de mesa, Estado de São Paulo, janeiro a abril de 2007

 
Fonte: Instituto de Economia Agrícola


            Os produtos do IqPR de abril que apresentaram maior alta nos preços foram o leite tipo C (2,86%) e o trigo (+1,35%) (Tabela 2).
            O leite tipo C apresentou aumento em virtude do início da entressafra, em decorrência da diminuição da quantidade de pastagem disponível para alimentação dos animais.
            Em resumo, no período analisado, quatro produtos apresentaram alta de preços (dois de origem vegetal e dois de origem animal) e 15 produtos tiveram queda (11 do segmento vegetal e quatro da área animal), levando à queda expressiva dos índices de preços agrícolas no período e contribuindo para a redução da inflação futura no item alimentação. 

Data de Publicação: 18/05/2007

Autor(es): Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Raquel Castelluci Caruso Sachs (raquelsachs@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Alberto Angelo (alberto@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor