Preços agropecuários caem 3,17% na primeira quadrissemana de abril

            Os preços agropecuários caíram 3,17% na primeira quadrissemana de abril de 2007. A queda registrada se deve principalmente aos produtos de origem animal (IqPR-A), cuja variação negativa foi de 3,49%. Os produtos de origem vegetal (IqPR-V) registraram recuo de 3,01%. O IqPR apresentou sucessivas desacelerações nas últimas sete quadrissemanas (tabela 1).

Tabela 1. Variação do IqPR, Estado de São Paulo, 1ª Quadrissemana de abril /07.

 
Paulista
Paulista (s/ cana)
IqPR
-3,17% 
-4,30% 
IqPR-V
-3,01% 
-5,09% 
IqPR-A
-3,49% 
-3,49% 
Fonte: Instituto de Economia Agrícola

            Desconsiderando a cana-de-açúcar, o resultado do IqPR cai para -4,30%, enquanto o IqPR-V vai para -5,09% (tabela 1). Isto alarga ainda mais as vantagens da cana na comparação entre os preços agropecuários.
            Os produtos do IqPR que apresentaram a maior alta nos preços foram a banana nanica (43,03%), o tomate para mesa (7,08%) e os ovos (3,48%). Os produtos com maior queda foram carne de frango (-19,93%), laranja para mesa (-17,77%), laranja para indústria (-15,12%) e carne suína (-11,24) (tabela 2).

Tabela 2. Variações das cotações dos produtos, Estado de São Paulo, 1ª Quadrissemana de Abril/07.

Origem
Produto
Preços (R$)
Variação (%)
1ª Mar/07
1ª Abr/07
VEGETAL
Algodão
46,12
44,30
- 3,94 
Amendoim
23,31
23,41
0,44 
Arroz
28,35
27,00
- 4,77
Banana nanica
4,81
6,88
43,03 
Café
258,28
241,55
- 6,48 
Cana-de-açúcar 
349,85
346,60
- 0,93 
Feijão
56,29
55,30
- 1,77 
Laranja p/ Indust. 
17,00
14,43
- 15,12 
Laranja p/ Mesa 
19,88
16,35
- 17,77 
Milho
17,92
16,90
- 5,69 
Soja
29,79
29,44
- 1,20 
Tomate p/ Mesa
32,12
34,39
7,08 
Trigo
29,04
29,41
1,29 
ANIMAL
Carne Bovina
53,65
54,41
1,42 
Carne de Frango
1,83
1,46
- 19,93 
Carne Suina
37,21
33,03
- 11,24 
Leite B
0,53
0,53
0,53 
Leite C
0,48
0,47
- 1,42 
Ovos
39,90
41,28
3,48 
Fonte: Instituto de Economia Agrícola

            Sete produtos tiveram alta de preços (quatro de origem vegetal e três de origem animal), enquanto 12 produtos registraram queda (nove do segmento vegetal e três do animal). O resultado foi a queda expressiva dos índices de preços agrícolas no período, contribuindo para a redução da pressão sobre a inflação futura.

Data de Publicação: 11/04/2007

Autor(es): Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Raquel Castelluci Caruso Sachs (raquelsachs@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Alberto Angelo (alberto@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor