Preços Agropecuários: alta de 6,62% na primeira quadrissemana de dezembro

           O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1 registrou alta de 6,62%, na primeira quadrissemana de dezembro de 2007. Os produtos de origem vegetal (IqPR-V) e animal (IqPR-A) apresentaram aumento, respectivamente, de 5,67% e 8,58% (Tabela 1).

Tabela 1. Variação do IqPR, Estado de São Paulo, 1ª quadrissemana de Dezembro de 2007

São Paulo
São Paulo s/cana
IqPR
6,62%
10,71%
IqPR-V
5,67%
12,77%
IqPR-A
8,58%
-
Fonte: Instituto de Economia Agrícola

            Quando a cana-de-açúcar é excluída do cálculo do índice, a variação positiva do IqPR atinge 10,71% e a do IqPR-V, 12,77%. Neste caso, os resultados são influenciados principalmente pelas altas nos preços do feijão, da batata, da laranja (indústria e mesa), do milho e das carnes bovina e suína (Tabela 2).

Tabela 2 - Variações das cotações dos produtos, Estado de São Paulo, 1ª quadrissemana de dezembro de 2007
Origem
Produto
Preços (R$)
Variação

(%)

1ª Nov/07
1ª Dez/07
VEGETAL
Algodão
38,82
38,80
- 0,05 
Amendoim
30,81
33,37
8,33 
Arroz
32,57
31,68
- 2,72 
Banana nanica
9,36
9,47
1,25 
Batata
37,89
49,29
30,08 
Café
241,10
240,95
- 0,06 
Cana-de-açúcar 
245,43
241,92
- 1,43 
Feijão
135,99
197,89
45,52 
Laranja p/ Indústria
9,71
11,79
21,40 
Laranja p/ Mesa 
11,30
13,74
21,55 
Milho
24,18
28,07
16,07 
Soja
38,06
40,16
5,53 
Tomate p/ Mesa
20,55
9,15
- 55,45 
Trigo
35,02
33,79
- 3,53 
ANIMAL
Carne Bovina
62,27
71,54
14,89 
Carne de Frango
1,59
1,59
0,57 
Carne Suína
47,70
51,24
7,42 
Leite B
0,75
0,72
- 3,24 
Leite C
0,73
0,71
- 2,43 
Ovos
35,41
37,54
6,03 
Fonte: Instituto de Economia Agrícola

            Os produtos do IqPR que apresentaram maior alta nos preços são: feijão (45,52%), batata (30,08%), laranja para mesa (21,55%), laranja para indústria (21,40%), carne bovina (14,89%) e milho (16,07%) (Tabela 2).

            Nesta quadrissemana, o feijão e a batata apresentaram o mesmo comportamento dos períodos anteriores. Os preços vêm se mantendo em elevação em virtude da baixa oferta do produto no mercado em decorrência da estiagem prolongada que prejudicou o plantio.

            No caso da laranja para indústria, o aumento é influenciado pela valorização do suco no mercado internacional. Entretanto, existe uma grande variação entre os valores praticados no mercado, já que uma parcela dos produtores tem recebido valores menores em função de acordos firmados anteriormente. O aumento no preço da laranja para mesa está associado à redução da oferta, em virtude da entressafra.

            Os produtos que apresentaram queda de preços naprimeira quadrissemana de dezembro são: tomate para mesa (55,42%), trigo (3,53%), leite tipo B (3,24%) e arroz (2,72%) (Tabela 2).

            No período analisado, a boa oferta do tomate, associada à baixa qualidade (o clima na época da produção comprometeu a qualidade do fruto), é motivo da forte retração nos preços do produto. Nos casos do trigo e do arroz, o câmbio e a maior oferta de produtos no Mercosul impactaram os preços para baixo.

            No período analisado, 12 produtos apresentaram alta de preços (oito de origem vegetal e quatro de origem animal), enquanto oito apresentaram queda (seis de origem vegetal e dois de origem animal).
_________________________________________________________
¹A fórmula de cálculo do índice (IqPR) é a de Laspeyres modificada, ponderada pelo valor da produção agropecuária paulista. As cotações diárias de preços são levantadas pelo IEA e divulgadas no Boletim Diário de Preço. As variações são obtidas comparando-se os preços médios das quatro últimas semanas (referência) com os preços médios das quatro primeiras semanas (base), sendo a referência = 09/11/2007 a 08/12/2007 e base = 09/10/2007 a 08/11/2007.

Data de Publicação: 12/12/2007

Autor(es): Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Raquel Castelluci Caruso Sachs (raquelsachs@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Alberto Angelo (alberto@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor