ESTÁGIOS - POLÍTICA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IEA

 

            Para atender especificamente as atribuições relacionadas à capacitação e transferência do conhecimento, diversas atividades são desenvolvidas no Instituto de Economia Agrícola (IEA). Dentre esses serviços prestados à sociedade, destaca-se uma política de Iniciação Científica (IC) que vem sendo aprimorada ano a ano através de bolsas financiadas pela Instituição em convênios com a Secretaria de Planejamento e Gestão do estado de São Paulo e com universidades.

            Estruturada em 2008, a nova política de iniciação científica (IC) do Instituto de Economia Agrícola (IEA) se coloca como um espaço de integração entre as pesquisas e estudos desenvolvidos no Instituto e a política pedagógica das universidades dos bolsistas de IC. Seguindo essa diretriz, o IEA organiza sua política de iniciação científica atentando para a unidade entre Ensino e Pesquisa, dando relevância na formação de novos pesquisadores para o desenvolvimento científico do país. Justifica-se esse instrumento de política pública do Instituto de Economia Agrícola (IEA) a intenção de fomentar a propagação do conhecimento científico frente aos desafios da gestão da pesquisa em ciência e tecnologia no Estado de São Paulo e Brasil. Perante os gargalos existentes na temática e conciliando ao know-how acumulado na instituição durante décadas de atuação acredita-se na pertinência de sua execução.

              Como principal instrumento de Iniciação Científica, apresenta-se a parceria com Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) da Secretaria de Planejamento e Gestão do estado de São Paulo. Através desse programa a CIEE dedica-se às atividades de recursos humanos para a área pública, tendo como destaque o Programa de IC e estágios para estudantes de nível superior e ensino médio. Nos contratos firmados as bolsas de estudos são pagas integralmente pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA).

             Outra parceria iniciada em 2008 foi o convênio firmado entre a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e o Campus Botucatu, Faculdade Ciências Agronômicas - FCA, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Nesse processo alunos de graduação passaram a realizar IC no Instituto de Economia Agrícola (IEA) no semestre final de seus cursos

 

CIEE

FINALIDADE DO ESTÁGIO
O programa de Estágios do Governo do Estado de São Paulo, foi criado pelo Decreto Estadual nº 52.756, de 27/02/2008, a partir da necessidade de se estabelecer uma política de formação profissional, através do estágio, oferecendo aos jovens estudantes a oportunidade de estagiarem no setor público e adquirirem experiências para ingressarem no mercado de trabalho.As vagas de estágio remuneradas junto ao Instituto de Economia Agrícola são viabilizadas através de Contrato de Prestação de Serviços, junto à Centro Integração Empresa-Escola (CIEE).

ÁREAS DE ESTÁGIO
As áreas de estágio oferecidas pelo Instituto de Economia Agrícola são: Ciências Econômicas, Engenharia Agronômica, Administração, Letras, Gestão Ambiental, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ciência da Computação, Tecnologia em Rede de Computadores, Biblioteconomia, História, Geografia, Estatística, Matemática, Ciências Sociais.

REGULAMENTAÇÃO 
Os estágios são realizados de acordo com a Lei Federal n. 11.788 de 25/09/2008, e a sua formalização se dá através da assinatura do Termo de Compromisso de Estágio, com a participação obrigatória da Instituição de Ensino, no qual são estabelecidas as condições do estágio e a inexistência de vínculo empregatício.

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (TCE)
O Termo de Compromisso de Estágio - TCE é o documento que legaliza o estágio. É emitido em quatro vias e assinado, pela CIEE, pelo estudante, pelo pai ou responsável quando o estagiário for menor de 18 anos, pelo Instituto de Economia Agrícola e pela Instituição de Ensino.

VIGÊNCIA E PRORROGAÇÃO DO ESTÁGIO 
O TCE será emitido com vigência de até 12 meses, podendo ser prorrogado até o limite de 24 meses, desde que o estagiário continue frequentando o curso e que a prorrogação seja de interesse das partes. Em nenhuma circunstância, o estagiário pode estagiar fora do período (vigência) estipulado no TCE.
A prorrogação do estágio não é automática. Um mês e meio antes de terminar a vigência do TCE, o estagiário deve procurar o Coordenador de Estágio e seu Supervisor, no órgão, para verificar a possibilidade de prorrogar o estágio. Caso seja autorizado, a Entidade Concedente encaminhará solicitação à CIEE que enviará o termo de prorrogação do TCE, diretamente para a Entidade Concedente.

CARGA HORÁRIA 
A carga horária prevista no TCE deve ser respeitada, de acordo com as normas estabelecidas no órgão. 
O Instituto de Economia Agrícola oferece vagas de:

  1. Ensino Médio – 4 horas, nos horários das 8 às 12 horas ou das 13 às 17 horas.
  2. Ensino Superior – 4 horas, nos horários das 8 às 12 horas ou das 13 às 17 horas.
  3. Ensino Superior – 6 horas, nos horários das 8 às 15 horas ou das 10 às 17 horas, com intervalo de 1 hora para almoço.

BOLSA DE ESTÁGIO 
O valor da bolsa de estágio é mensal, e o valor monetário é fixado através de Portaria do Secretário de Agricultura e Abastecimento. O pagamento da bolsa é efetuado pela CIEE, mediante o repasse dos recursos financeiros pela entidade concedente do estágio, através de crédito em conta corrente individual, aberta em qualquer agência do Banco do Brasil.

CÁLCULO DO VALOR DA BOLSA 
O valor da bolsa é mensal. Para receber o valor integral da bolsa, o estagiário deverá cumprir a carga horária prevista no mês, que varia de acordo com o número de dias úteis do mês. O valor da bolsa a receber será sempre proporcional ao número de dias efetivamente estagiados, caso seu início ou desligamento não ocorrer no primeiro ou último dia útil do mês, respectivamente, ou se tiver faltas. Data de crédito do Pagamento da Bolsa: 10º DIA ÚTIL do mês seguinte ao mês estagiado.

CONTATO
O Núcleo de Qualificação de Recursos Humanos (NQRH), tem como atribuição: as) solicitar as vagas junto à CIEE; b) acompanhamento e agendamento das visitas ao local de estágio; c) impressão e entrega ao candidato do Termo de Compromisso; d)  acompanhar os períodos de  recesso, bem como de renovação de contratos e possíveis rescisões de contratos.

Para eventuais dúvidas e/ou esclarecimentos, enviar e-mail para cct@iea.sp.gov.br

O estudante interessado em estagiar no Instituto de Economia Agrícola é necessário que o mesmo realize Concurso Público organizado pela CIEE.

Para saber maiores informações sobre as datas de inscrição para novos concursos, acompanhe através do site da CIEE: http://www.ciee.org.br/

 

Instituições de Ensino Superior Conveniadas (IES)

Finalidade 
Proporcionar aos estudantes participação em situações reais de vida e trabalho, por meio de atividades de aprendizagem social, profissional e cultural, situações essas, realizadas sob supervisão técnica por profissional do Instituto de Economia Agrícola que atue na área específica do estágio.

Informações Gerais
O estudante interessado em estagiar no IEA deverá enviar email consultando NQRH (Núcleo de Qualificação de Recursos Humanos, email: maglucca@iea.sp.gov.br sobre a possibilidade de Estágio Curricular na área de interesse. Por favor enviar os seguintes dados:
nome, curso e semestre que está realizando, área e período (especificar dia, mês e ano) que pretende realizar o estágio. É necessário, no mínimo,30 dias de antecedência antes do inicio do estágio.
Após confirmação do IEA sobre a possibilidade de estágio, o aluno deverá dirigir-se unidade de Estágios de sua Instituição de Ensino para formalizar um Termo de Compromisso.

Instituições de Ensino Conveniadas

UNESP - Agronomia e Engenharia Florestal - 24/09/2013 a 23/09/2018

Legislação
LEI Nº 11.788, DE  25 DE SETEMBRO DE 2008

Estagie no IEA
Se desejar estagiar na Instituição entre em contato com: 
Núcleo de Qualificação de Recursos Humanos/CCTC/IEA 
e-mail:maglucca@iea.sp.gov.br

Como Conveniar-se

Com a finalidade de possibilitar a realização do estágio obrigatório em nossa unidade, é necessário que tenha sido firmado o Convênio entre o Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento e Instituto de Economia Agrícola com a Instituição de Ensino Superior.
Se deseja realizar o convênio, para que seus alunos possam estagiar na Instituição, entre em contato com:

Centro de Comunicação e Transferência do Conhecimento

Núcleo de Qualificação de Recursos Humanos