Pesquisa de trabalho por autores

A busca resultou em 89 resultados. Exibindo de 1 a 10.
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]
 
1 - Artigo
.Data Publicação: 06/03/2020
.Título: Evolução da Produção de Grãos no Estado de São Paulo entre 2010 e 2019
.Autor: Marisa Zeferino , Vagner Azarias Martins
.Resumo:
  A produção de grãos, a saber, algodão, amendoim, arroz, feijão, girassol, milho, soja, sorgo, trigo e triticale, no Estado de São Paulo, passou de 6.645.848 toneladas em 2010 para 9.620.262 toneladas em 2019, o que representa acréscimo de 44,8%. No mesmo período a área plantada passou de 1.663.770 hectares para 2.366.266 hectares, com expansão de 42,2% entre os anos extremos, conforme o Instituto de Economia Agrícola (IEA) e a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural

.
2 - Artigo
.Data Publicação: 19/02/2020
.Título: Algodão: conjuntura e tendências 2019/20
.Autor: Marisa Zeferino
.Resumo:
           A produção mundial de algodão em pluma totalizou 25,72 milhões de toneladas na temporada 2018/19, com redução de 4,6% comparativamente a precedente. O Brasil ocupa a quarta colocação no ranking e responde por 10,6% do total global. Os maiores produtores são Índia, China e Estados Unidos, conforme o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA)1. A produção brasileira de algodão em pluma alcançou 2,78

.
3 - Artigo
.Data Publicação: 19/02/2020
.Título: Soja: conjuntura e tendências 2019/20
.Autor: Marisa Zeferino
.Resumo:
    A produção mundial de soja foi de 358,3 milhões de toneladas em 2018/19, com aumento de 4,8% em comparação a safra precedente. Em 2019/20 a produção mundial do grão deve ser de 337,7 milhões de toneladas, 5,7% menor que a obtida na temporada passada. Essa diminuição se justifica pela redução no plantio da oleaginosa nos Estados Unidos e na Argentina com o intuito de reduzir os elevados estoques de passagem, conforme o Departamento de Agricultura dos Est

.
4 - Artigo
.Data Publicação: 27/02/2019
.Título: Mais Algodão no Mercado Brasileiro
.Autor: Marisa Zeferino
.Resumo:
  Na temporada 2018/19 o suprimento mundial de algodão indica menor disponibilidade da fibra quando a oferta totaliza 43,4 milhões de toneladas com decréscimo de 2,3% em comparação a precedente. A produção mundial deve ser de 25,8 milhões de toneladas, 4% a menos que a obtida no ano comercial anterior. Esse quadro resulta de reduções nas produções na Índia e nos Estados Unidos, principalmente, posto que os demais grandes produtores mantiveram ou aumentaram suas safras

.
5 - Artigo
.Data Publicação: 12/02/2019
.Título: Sojicultura em Expansão no Estado de São Paulo
.Autor: Marisa Zeferino
.Resumo:
A área plantada com soja no Brasil alcança 35,76 milhões de hectares em 2018/19 com acréscimo de 1,7% em comparação a safra anterior. Entre as unidades da federação o Estado de São Paulo é uma das que apresenta maior crescimento no cultivo da oleaginosa, conforme a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB)1. A expansão da soja tem se destacado na agricultura paulista em especial nos últimos anos, o que coloca a cultura como a principal dentre os cultivos de ciclo anual. A

.
6 - Artigo
.Data Publicação: 03/04/2018
.Título: Capital Natural e Sustentabilidade na Agricultura
.Autor: Marisa Zeferino
.Resumo:
As análises econômicas dos processos produtivos ocorrem, predominantemente, sob o paradigma do pensamento econômico neoclássico de que não há limites ao crescimento e, caso ocorram, a técnica poderá sempre superá-los e plenamente. A economia neoclássica apoia a análise do processo produtivo no conceito de função de produção, a qual é definida como uma lista de combinações de fatores perfeitamente substituíveis entre si, através dos quais uma dada quantidade de produt

.
7 - Artigo
.Data Publicação: 09/12/2017
.Título: IqPR de Outubro de 2017: alta de 1,30%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Maximiliano Miura, Marisa Zeferino , Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou alta de 1,30% em outubro/2017 na comparação com setembro/2017 (depois de seis meses consecutivos de baixas). Separado por grupos de produtos, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) subiu 2,22% e o IqPR-A (produtos de origem animal) caiu 0,75% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de setembro/2017 e da

.
8 - Artigo
.Data Publicação: 04/12/2017
.Título: IqPR de Outubro de 2017: alta de 1,30%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Maximiliano Miura, Marisa Zeferino , Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou alta de 1,30% em outubro/2017 na comparação com setembro/2017 (depois de seis meses consecutivos de baixas). Separado por grupos de produtos, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) subiu 2,22% e o IqPR-A (produtos de origem animal) caiu 0,75% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de setembro/20

.
9 - Artigo
.Data Publicação: 17/10/2017
.Título: Comércio Exterior da Cadeia de Produção do Algodão em 2017/18
.Autor: Marisa Zeferino
.Resumo:
No ano comercial 2017/181 a oferta mundial de algodão em pluma deve totalizar 43,7 milhões de toneladas, pouco superior 0,9% em comparação à verificada na safra passada. Esse comportamento se deve à retração nos estoques de passagem, uma vez que a produção deve crescer 8,9% e alcançar 25,1 milhões de toneladas. Dentre os maiores produtores, o destaque fica para os Estados Unidos onde deve ocorrer aumento mais expressivo de 20% na safra. Na Índia, maior produtora, é esperado

.
10 - Artigo
.Data Publicação: 07/07/2017
.Título: IqPR de Maio de 2017: queda de 2,13%
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Marisa Zeferino , Katia Nachiluk , Humberto Sampaio de Araújo
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou queda de 2,13% no mês de maio/2017 na comparação com abril/2017. O IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) recuou 3,37%, e o IqPR-A (produtos de origem animal) terminou o período com variação positiva de 0,62% (Tabela 1). Na tabela 1 são apresentadas as variações do final de abril/2017 e das quatro quadrissemanas de maio/2017

.
 
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]