Pesquisa de trabalho por autores

A busca resultou em 46 resultados. Exibindo de 1 a 10.
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]
 
1 - Artigo
.Data Publicação: 18/06/2020
.Título: Impactos da Pandemia e Oscilações da Cotação do Barril de Petróleo na Cadeia Produtiva da Cana-de-açúcar no Brasil
.Autor: Sérgio Alves Torquato, Raquel Castelluci Caruso Sachs, Katia Nachiluk
.Resumo:
  A crise atual de saúde pública do covid-19, deflagrada no primeiro trimestre de 2020, pode ter causa na degradação ambiental ou como consequência da destruição de habitats selvagens pela ação humana, propiciando assim a diversificação de doenças. Esse tipo de contaminação, além de novos vírus e outros microrganismos, pode ser uma nova constante nos próximos anos, com desdobramentos e intensos reflexos para a saúde e a economia mundial, tornando-se os grandes

.
2 - Artigo
.Data Publicação: 11/03/2020
.Título: Cana-de-açúcar: produção e processamento em 2019
.Autor: Katia Nachiluk
.Resumo:
  A produção de cana-de-açúcar em 2019 foi impactada por condições climáticas, menor índice pluviométrico e geadas em regiões produtoras do Estado de São Paulo. A previsão de uma safra menor que a anterior, divulgada no boletim de acompanhamento de safra de maio1, não se confirmou no decorrer do ano, é o que apontam os dados do levantamento de dezembro de 2019. De a acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), a safra 2019/20, que se encerra 30 de mar

.
3 - Artigo
.Data Publicação: 15/02/2019
.Título: Primeiras Medidas do Atual Governo Federal em 2019 e Possíveis Impactos na Agricultura
.Autor: Katia Nachiluk , Rosana de Oliveira Pithan e Silva
.Resumo:
  Em janeiro de 2019, o governo Bolsonaro iniciou seu mandato com medidas que podem impactar negativamente a agropecuária brasileira, responsável pelo maior volume e valor de exportações do país e por abastecer a mesa da população, ambos com importância para a economia do país. A Medida Provisória n. 870, de 01 de janeiro de 2019, extinguiu o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA) e transferiu sua competência para o Ministério da Cidadani

.
4 - Artigo
.Data Publicação: 02/08/2018
.Título: Tecnologia: mais do mesmo?
.Autor: Katia Nachiluk
.Resumo:
  A produção agrícola tem evoluído nos últimos anos com a incorporação de tecnologias no intuito de tornar a produção mais eficiente e com isso obter maior rendimento. O olhar para esse contexto de mudanças e inovação é essencial para o sucesso da propriedade rural; a “era das incertezas”, provocada por mudanças rápidas e dinâmicas, exige das empresas a capacidade de lidar com a imprevisibilidade1. É necessário ponderar o planejamento e execução das oper

.
5 - Artigo
.Data Publicação: 04/05/2018
.Título: IqPR de Março de 2018: alta de 0,50%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Rejane Cecília Ramos , Katia Nachiluk
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 - que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas - registrou alta de 0,50% em março/2018 na comparação com fevereiro/2018. Separado por grupos de produtos, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) subiu 0,69% e o IqPR-A (produtos de origem animal) se manteve quase no mesmo patamar com uma pequena alta de 0,06% (Tabela 1). Nessa mesma tabela, são apresentadas as variações do final de fe

.
6 - Artigo
.Data Publicação: 26/03/2018
.Título: IqPR de Fevereiro de 2018: alta de 0,16%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Katia Nachiluk , Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou pequena alta de 0,16% em fevereiro/2018 na comparação com janeiro/2018. Separado por grupos de produtos, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) caiu 0,51% e o IqPR-A (produtos de origem animal) subiu 1,66% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de janeiro/2018 e das quatro quadrissemanas de feve

.
7 - Artigo
.Data Publicação: 05/03/2018
.Título: IqPR de Janeiro de 2018: alta de 0,44%
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Katia Nachiluk , Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou alta de 0,44% em janeiro/2018 na comparação com dezembro/2017. Separado por grupos de produtos, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) subiu 1,53% e o IqPR-A (produtos de origem animal) caiu 1,99% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de dezembro/2017 e das quatro quadrissemanas de janeiro/2018

.
8 - Artigo
.Data Publicação: 27/12/2017
.Título: IqPR de Novembro de 2017: queda de 0,75%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Maximiliano Miura, Katia Nachiluk
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou retração de 0,75% em novembro/2017 na comparação com outubro/2017. Separado por grupos de produtos, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) caiu 0,25% e o IqPR-A (produtos de origem animal) caiu 1,85% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de outubro/2017 e das quatro quadrissemanas de novembro/

.
9 - Artigo
.Data Publicação: 20/10/2017
.Título: IqPR de Setembro de 2017: queda de 0,30%
.Autor: Eder Pinatti, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Katia Nachiluk
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1,2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou queda (pelo sexto mês consecutivo) de 0,30% em setembro/2017 na comparação com agosto/2017, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) recuou 1,58% e o IqPR-A (produtos de origem animal) subiu 2,55% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de agosto/2017 e das quatro quadrissemanas de setembro/2017 pa

.
10 - Artigo
.Data Publicação: 30/08/2017
.Título: IqPR de Julho de 2017: queda de 2,21%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Katia Nachiluk , Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, José Roberto Da Silva
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou queda (pelo quarto mês consecutivo) de 2,21% em julho/2017. Na comparação com junho/2017, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) e o IqPR-A (produtos de origem animal) recuaram 2,07% e 2,53% respectivamente (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de junho/2017 e das quatro quadrissemanas de julho

.
 
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]