Pesquisa de trabalho por autores

A busca resultou em 37 resultados. Exibindo de 1 a 10.
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]
 
1 - Artigo
.Data Publicação: 24/07/2020
.Título: Preços Agropecuários Fecham em Alta em Junho de 2020
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Silene Maria de Freitas, Renata Martins, Maximiliano Miura, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 fechou o mês de junho de 2020 com alta expressiva de 3,09%. Separado por grupos de produtos, verifica--se que essa alta foi impulsionada pelo índice de preços dos produtos de origem animal (IqPR-A), uma vez que o mesmo se elevou 8,01% frente a um aumento de 1,24% no índice de preços de produtos vegetais de origem vegetal (IqPR-V) (Tabela 1).        A cana de açúcar tem m

.
2 - Artigo
.Data Publicação: 21/09/2017
.Título: IqPR de Agosto de 2017: queda de 1,72%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou queda (pelo quinto mês consecutivo) de 1,72% em agosto/2017, na comparação com julho/2017, e o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) recuou 3,69% e o IqPR-A (produtos de origem animal) subiu 2,67% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de julho/2017 e das quatro quadrissemanas de agosto/2017 par

.
3 - Artigo
.Data Publicação: 30/08/2017
.Título: IqPR de Julho de 2017: queda de 2,21%
.Autor: Eder Pinatti, Danton Leonel de Camargo Bini, Katia Nachiluk , Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, José Roberto Da Silva
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou queda (pelo quarto mês consecutivo) de 2,21% em julho/2017. Na comparação com junho/2017, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) e o IqPR-A (produtos de origem animal) recuaram 2,07% e 2,53% respectivamente (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de junho/2017 e das quatro quadrissemanas de julho

.
4 - Artigo
.Data Publicação: 19/05/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: queda de 0,88% em abril de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Maximiliano Miura, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou queda de 0,88% no mês de abril/2017 na comparação com o mês de março/2017. Separados por grupo de produtos, destaque foi a inexistência de variação no IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal com cana-de-açúcar). Já o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerrou o mês com queda de 2,84%. Na tabela 1 são apresentadas

.
5 - Artigo
.Data Publicação: 18/05/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: queda de 0,88% em abril de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Maximiliano Miura, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou queda de 0,88% no mês de abril/2017 na comparação com o mês de março/2017. Separados por grupo de produtos, destaque foi a inexistência de variação no IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal com cana-de-açúcar). Já o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerrou o mês com queda de 2,84%. Na tabela 1 são apresentadas

.
6 - Artigo
.Data Publicação: 25/04/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: alta de 3,92% em março de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Renata Martins, Waldemar Pires de Camargo Filho
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou alta de 3,92% no mês de março/2017 na comparação com o mês de fevereiro/2017. Separados por grupo de produtos, tanto o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) quanto o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerraram o mês positivamente, com 5,57% e 0,24%, respectivamente. Na tabela 1 são apresentadas as variações do fi

.
7 - Artigo
.Data Publicação: 24/04/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: alta de 3,92% em março de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Renata Martins, Waldemar Pires de Camargo Filho
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou alta de 3,92% no mês de março/2017 na comparação com o mês de fevereiro/2017. Separados por grupo de produtos, tanto o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) quanto o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerraram o mês positivamente, com 5,57% e 0,24%, respectivamente. Na tabela 1 são apresentadas as variações do fin

.
8 - Artigo
.Data Publicação: 05/04/2017
.Título: Preços da Raiz de Mandioca Devem Continuar em Alta em 2017
.Autor: José Roberto Da Silva, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro
.Resumo:
A produção brasileira de mandioca em 2017, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do IBGE1, 2 de janeiro, deverá apresentar uma redução de 11,8% relativamente ao ano anterior. O levantamento aponta redução em todas as regiões do país, exceto na região Nordeste, para a qual prevê elevação de 1,5%, situando a produção em 4,8 milhões de toneladas. Essa expansão está longe de recuperar os níveis de produção anteriores a 2012, quando teve início

.
9 - Artigo
.Data Publicação: 13/05/2016
.Título: Comportamento de Preços de Alimentos de Origem Animal em São Paulo: março de 2016
.Autor: Samira Aoun, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, José Roberto Da Silva, Rejane Cecília Ramos , Terezinha Joyce Fernandes Franca
.Resumo:
1 – INTRODUÇÃO O Brasil passa por uma fase crítica. Em 2015, constatou-se retração no Produto Interno Bruto (PIB) de 3,8%, taxa de desemprego média de 8,5%, com elevação para dois dígitos, 10,9% em março de 20161 e, conjuntamente, elevação do nível geral de preços de 10,67%. No mês de março de 2016, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou acréscimo de 0,43% para o Brasil enquanto para São Paulo, este índice registrou acréscimo de 0,57% no mesmo

.
10 - Artigo
.Data Publicação: 12/05/2016
.Título: Variação de Preços de Alimentos de Origem Vegetal em São Paulo: março de 2016
.Autor: Samira Aoun, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, José Roberto Da Silva, Rejane Cecília Ramos , Terezinha Joyce Fernandes Franca
.Resumo:
1 – INTRODUÇÃO O Brasil enfrenta uma situação delicada, com retração no Produto Interno Bruto (PIB) de 3,8% em 2015, elevação do desemprego para dois dígitos e, conjuntamente, elevação do nível geral de preços de 10,67%. Os preços de alimentos têm contribuído para a aceleração observada nos índices de inflação1, 2. No mês de março, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou acréscimo de 0,43% para o Brasil, enquanto para São Paulo este índic

.
 
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]